18/01/2017

Receita fit: frango recheado.

Quem faz dieta e come frango todos os dias sabe o valor de uma variação no modo de preparo, né?
Aqui vai uma receitinha que preparamos e ficou incrível:

Frango recheado com copa e queijo.

Passo a passo:

Temperar o filé de frango como de costume (eu uso sal, alho...), colocar uma fatia (beeem fininha) de copa e um pedaço de queijo (usei queijo colonial) em cima, dobrar o filé ao meio e fechar (atravessando) com um palito para não abrir.
Colocar na frigideira em fogo bem baixo, grelhando todos os lados.

Importante: Coloque a tampa na frigideira para ele cozinhar por dentro também.

Fácil, prático, macio e saboroso. ;)
Testem aí e me contem!

Instagram: @maisfitmenosfat

27/12/2016

Precisamos falar sobre 2016...

2016: o ano que mais me ensinou.

O post de hoje é um pouco diferente porque é bem pessoal. Quero falar mais sobre tudo que aprendi no decorrer deste ano. Vou abrir meu coração e colocar em forma de palavras a voz que fala dentro de mim agora.
Meu objetivo? Ajudar vocês de alguma forma através das minhas experiências, para construirmos juntos um 2017 ainda melhor.

Lições:

  •  pratique o que você fala. O nome disso é coerência. 
  • seja fiel às suas ações e continue lutando. O nome disso é persistência.
  • entenda que tudo tem seu tempo e que tudo acontece por alguma razão, que a vida te mostrará lá na frente.
  • às vezes, está tudo bem por não estar bem.
  • os momentos difíceis são os que mais ensinam. No final, a vida vai fazer você sorrir!

  • sair da zona de conforto dói, mas te leva a um local novo que você nunca descobriria caso continuasse no mesmo lugar.
  • as pessoas merecem uma segunda chance e podem te surpreender.
  • cuidar da saúde é o maior bem que você pode fazer a si mesmo.
  • a vida sem a pílula anticoncepcional é muito melhor! (Leia aqui o relato completo).

  • o que vale de verdade é sua intenção. Se ela foi pura, é o que importa.
  • algumas pessoas irão se afastar, outras irão chegar. É a seleção natural da vida e isso acontece para um bem maior: seu bem estar.
  • errar é humano.
  • tempo é qualidade, não quantidade. Você usa bem o seu?

  • ame a segunda feira assim como você ama a sexta. Ela é sua maior chance de recomeço!
  • confie mais em si mesmo. Você pode ser o que quiser!
  • as coisas simples são as melhores (cheiro de chuva, barulho do mar, vento no rosto. E veja só: elas são gratuitas!).
  • viaje mais! Viajar não é tão caro quanto parece. É só se organizar.

  • foco e determinação te levarão mais longe.
  • escreva! Colocar as coisas no papel te traz mais clareza e torna tudo mais simples do que parece.
  • crie uma lista de gratidão e inclua diariamente 2 coisas que te fizeram bem naquele dia. Você vai amar ler tudo depois e vai perceber o quanto é feliz. 
  • tenha um diário. Ler depois de um certo tempo te faz sentir orgulho de quem você se tornou.

  • esteja por inteiro no momento presente! Você não pode mudar o passado, apenas aprender com ele. Você não pode prever o futuro, apenas trabalhar no "agora" para ter uma realidade melhor amanhã.
  • distribua conhecimento! Escassez gera escassez. Se você pode ajudar outras pessoas, por que não?
  • enfrente seus medos.
  • não tem problema nenhum em mudar de ideia! Mudanças geram evolução.
  • é nos momentos de maior dificuldade que mais crescemos. "Sofrer" faz parte da realidade de qualquer ser do planeta. 
  • ame os animais.

  • dê o seu melhor em tudo que fizer.
  • a opinião dos outros só diz respeito aos outros.
  • pratique a empatia! Se colocar no lugar do próximo te dá mais clareza para resolver tudo.
  • você não tem o direito de julgar os outros, porque eles tem uma história e realidade diferentes.
  • encontre seu equilíbrio.
  • entregue ao universo aquilo que você gostaria de receber.

  • quem esteve ao seu lado quando você chorou tem o direito de estar também nos seus momentos de maior alegria.
  • passe mais tempo com sua família.
  • dê a devida importância (e só a devida importância!) a todas as situações.
  • envelhecer é amadurecer! Suas melhores experiências acontecem quando você aceita viver um dia após o outro com alegria.
  • ter um corpo que lhe agrada no espelho é bom, mas ter um corpo saudável é MIL vezes melhor!
  • saúde é corpo e mente em equilíbrio. Cuide destas duas partes com todo amor do mundo.
  • tenha amor próprio, respeite seu corpo, ame-se, não se compare, entenda sua individualidade.
  • coloque tudo na balança. Se não te faz bem, deixe ir e fique feliz por isso!
  • a união faz a força.
  • às vezes você também precisa fazer o que não gosta para chegar onde deseja. Não existe trabalho perfeito, vida perfeita, rotina perfeita.
  • o caminho é tão importante quanto a chegada. Aproveite o percurso!
  • permita-se comer brigadeiro na TPM, mas "obrigue-se" também a levantar o bumbum do sofá quando tudo estiver melhor.

  • às vezes, o silêncio é a melhor resposta.
  • gratidão não é só uma palavra bonita, é uma forma de viver.
  • medite!
  • QUALIDADE é muito melhor que QUANTIDADE, mesmo que às vezes nem todos enxerguem assim...
  • recomeçar é tão importante quanto decidir começar.

Ah, como esse texto me fez bem... Que emoção voltar no tempo!
Que em 2017 a gente consiga aumentar ainda mais essa lista.
Que a gente amadureça, aprenda, se permita mudar, e que acima de tudo a gente seja verdadeiramente feliz dentro do nosso propósito de vida.

A você que esteve comigo em 2016, meu profundo agradecimento. Eu chorei no Snap, eu tive crises profundas de TPM, eu me questionei sobre TODAS as partes da minha vida (do pessoal ao profissional), mas eu nunca desisti de uma coisa: compartilhar minha realidade no Mais Fit Menos Fat. 
Vocês são a minha força, são o que me move, são minha maior realização. Obrigada por fazerem parte da minha vida e por me ajudarem, dia após dia a construir minha história, entre acertos e erros, entre tropeços e saltos.
Amo vocês, amo 2016 e já amo 2017, porque ele merece essa aposta e essa dose de amor!

Como "presente", deixo aqui essa música. Dê play infinito, quantas vezes forem necessárias.
A vida é trem bala e a gente é só passageiro...


Ser saudável é ser feliz!


Com amor,
Taís Trapp.

15/12/2016

Receita Fit: Muffin de banana.

Nhammm, mais uma receita gostosa e fácil para inspirar vocês na cozinha:

Muffin de banana sem açúcar, sem gordura e sem farinha.

Instagram: @maisfitmenosfat 


Ingredientes:
2 ovos
3 colheres de aveia em flocos
3 colheres de farelo de aveia
1 colher de coco ralado
2 bananas amassadas
1 colher de chia
2 colheres de leite
1 colher de chá de fermento
15 gotas de stevia (adoçante)
Canela em pó a gosto

Modo de preparo:
Misture os ingredientes e leve ao forno pré aquecido a 180º por +- 20 minutos.

Facílimo, né?

Rendimento: 6 bolinhos.

Dica:
testem, adaptem, incrementem a receita e façam conforme a dieta de vocês!
Nesses muffins da foto, coloquei pedacinhos de chocolate amargo (70%) na massa, quando já estavam nas forminhas de silicone. O chocolate derreteu e ficou surreaaal!

Criatividade conta muito na hora de fazer dieta. ;)

09/12/2016

Minha vida sem a pílula anticoncepcional: relato completo.

9 meses: este foi o tempo que esse post levou para nascer.
Hoje, finalmente vou falar aqui sobre minha experiência sem a pílula anticoncepcional.
Imagem: Dicas de Mulher.


Antes de tudo, vale dizer que o vídeo já está no meu canal do YouTube. Então, se você prefere este formato de conteúdo, clique abaixo ou aqui para assistir. E já se inscreva lá para receber as próximas atualizações. :D


Antes de iniciar meu relato, já deixo claro que: esse é o meu caso, a minha experiência. Tudo que eu posso fazer é te encorajar a buscar um profissional capacitado e atualizado antes de qualquer coisa. Falo isso porque sei que muitas mulheres precisam fazer uso de hormônio por outras questões. :-/ Cada caso é um caso. Cuide da sua saúde!

Abaixo, vou descrever tudo em tópicos, para ficar mais organizado e fácil de ler. Vamos lá:

Por que eu parei:

Quem me abriu os olhos e deu o pontapé inicial na tomada da decisão foi o Cristiano Kalata, meu nutricionista e treinador. Ele é pós graduado em bioquímica de nutrientes, então estuda muito sobre os assuntos relacionados à saúde. Aos poucos, o Cris foi comentando comigo sobre os malefícios da pílula no corpo da mulher e eu busquei mais conhecimento (inclusive, essa página no Facebook é maravilhosa: Vítimas de anticoncepcionais. Unidas a favor da vida.) e peguei informações com outras pessoas que haviam parado de tomar (a Verônica, esposa do Cris e minha amiga foi uma destas). <3

Ao começar a buscar informações, percebi que um dos péssimos efeitos que o medicamento pode causar é o melasma. Li isso, fui até uma dermatologista e juntas comprovamos: minhas manchas escuras na testa (que insistiam em aumentar mesmo cuidando muito bem da pele e prevenindo com filtro solar o tempo inteiro) foram ocasionadas por uma disfunção hormonal. :-/ Péssimo! Sempre cuidei muito da minha pele, e ver aquelas manchas aumentando drasticamente me deixou completamente frustrada/chateada.

Além disso, eu queria entender como meu corpo reagia de forma natural. Sempre defendi a vida completamente saudável e limpa, então realmente não era coerente usar algo tão pesado para minha saúde.

Estes motivos me fizeram tomar a decisão prontamente. Era mesmo o momento de dar um basta!

Próxima ação: conversei com o Maurício (meu parceiro), que recebeu prontamente a ideia e me apoiou sem exitar. E, acredite: você vai precisar MUITO de apoio. Mais pra frente explicarei por quê). 
Marquei uma consulta com a ginecologista e comuniquei que a decisão estava tomada. Falei que estava naquela consulta apenas para saber como poderia proceder daquele momento em diante. Ela me orientou, eu finalizei a cartela e parei pra sempre! Bati o martelo!
E que decisão maravilhosa, que libertação, que sensação única! Não quero voltar a tomar isso nunca mais. Pra mim, não faz mais sentido entupir meu corpo de hormônios sintéticos dia após dia, durante ANOS, e, às vezes, durante uma VIDA INTEIRA. 

Gurias, não caiam nessa de "teu anticoncepcional é bem fraquinho". 
Pílula anticoncepcional = hormônio. E hormônio artificial NÃO FAZ BEM. Ponto!

Efeitos "negativos" da retirada da pílula anticoncepcional da minha vida:

(Coloquei entre aspas porque hoje em dia vejo o quanto valeu a pena. Os efeitos negativos foram ruins apenas naqueles momentos específicos). 
Sempre entendi que precisava passar pela parte difícil em prol de um bem maior: minha saúde e bem estar futuros. 
O que eu senti ao parar com a pílula:

- As piores TPMs da minha vida! 

Uma oscilação de humor tomou conta dos meus dias. Sabe quando você se sente completamente sem controle da própria vida? Assim! Ficava desnorteada, com o estresse lá nas nuvens e uma vontade imensa de chorar. Antes de qualquer ciclo, isso tudo acontecia. Em um dia eu estava bem, feliz e radiante; no outro, no fundo do poço. 
Senti raiva, senti tristeza, senti frustração... Era uma mistura de sensações terríveis que sempre resultavam em explosões e logo depois lágrimas de desespero. Eu queria entender o que era aquilo e simplesmente não conseguia! Juro que tentava me controlar, mas vinha de dentro (literalmente!), eram os hormônios desregulados e em completa euforia.
Em um período de mais ou menos 5 meses, tive compulsão alimentar 2 vezes, gravei áudios para as amigas pedindo socorro, abracei o Maurício até não poder mais, briguei com ele por NADA, fui pra academia chorando, desabafei com o Cris (meu personal que comentei lá em cima), chorei mais um pouco, dei uns gritos, chorei de novo, chorei mais um pouquinho e chorei, chorei, chorei. kkk 
Cômico se não fosse trágico.
Minha amiga Verônica falou um dia: "Tá difícil hoje, mas eu aposto que daqui a 1 ano nós vamos rir muito disso." 
Na hora, nem preciso dizer: queria matá-la! Hoje vejo o quanto ela estava certa. E vejam só: não levou nem um ano! 9 meses depois, dou risada de tudo isso... :D
Lembram que lá em cima falei sobre a importância do apoio? Cerque-se de pessoas que entendam a sua realidade e que te apoiem de verdade, porque às vezes a situação sai mesmo do controle. :-/
Eu:
"Sai daqui, me deixa comer, eu faço o que quiser, não chega perto!" 30 segundos depois: "vem cá, tu nunca me dá atenção, eu preciso de apoio, quero conversar, pq tu tá longe?"
...e o Maurício:
"Uééé..."
É, migas... tem que ser de ferro para aguentar uma mulher de TPM. Precisamos reconhecer...


- Atrasos na menstruação:

Mesmo sendo avisada pela ginecologista na consulta e sabendo que é absolutamente normal o ciclo desregular, eu ficava absurdamente em pânico! "Meu Deus, tô grávida!!!", eu falava em voz alta. 
"Querida, isso é impossível; você teve poucas relações e nunca deixou de se prevenir", respondia minha consciência. 
Mas eu ia lá (teimosa, né), fazia o teste de farmácia (louca, né) e, vejam só: o resultado era sempre negativo (não diiiga -.-). Aff! Sempre fui muito ansiosa, então nessas horas é difícil se conter.

Quando descia a menstruação era uma festa, era a minha realização pessoal do ano, era meu momento de maior felicidade no mês. Era assim:


- Espinhas absurdas na região do queixo e mandíbula:

Sabe aquelas espinhas internas vermelhas e doloriiiiidas pra caramba? Exatamente! Os dois primeiros meses foram assim. :-/  Era meu corpo respondendo de dentro para fora...
Depois, logo comecei a fazer os tratamentos na Clínica Alana Lucas com peelings químicos (para tratar a oleosidade e também o melasma) e hoje minha pele está mais bonita que nunca! :D
Quando estou perto do ciclo, surge uma e outra, mas nada desesperador e incontrolável como antes:

_______________

Agora, vamos falar de coisas boas? Olha como a lista de pontos positivos é maior:

Efeitos POSITIVOS da retirada da pílula anticoncepcional da minha vida:

- Sensação de liberdade + saúde:

Eu juro que não tem explicação a sensação de liberdade que essa decisão me trouxe! Zero preocupação em relação ao esquecimento da pílula (é uma prisão, né gente? vamos combinar...). Vou dormir muito mais tranquila, sem acordar afoita no meio da noite pensando se tomei ou não a pílula, saio de casa sem me preocupar em levar a cartela junto... enfim, diversas situações que me faziam sentir ansiosa e presa. 
Mas o principal: sei que estou com a saúde 100% em dia, que não estou me entupindo de hormônios, que nunca terei grandes problemas ocasionados pelo uso constante, que minha saúde vale mais que tudo! Você já parou para ler os relatos de casos de trombose, embolia pulmonar, enxaqueca e outras DEZENAS de coisas que a pílula causa? Recomendo muito que comece a se informar... Novamente, deixo aqui o link da página. Dedique alguns minutos para ler os depoimentos e comentários. "Ah, mas eu nunca tive nenhum problema." De novo: recomendo que você se informe mais. Prevenção é sempre o melhor caminho!

- Libido:

Geeente do céu! Se eu soubesse que minha queda de libido era ocasionada pela maldita pílula, teria parado bem antes. Pena que comecei a pesquisar apenas 10 anos depois de estar utilizando esse método anticoncepcional. Por isso, de novo: informe-se!
Para explicar de forma clara, vou "classificar" meu grau de libido de 1 a 10:
Com pílula: -1. 
Sem pílula: 11. 

É... então...
Ai, vergonhazinha de falar sobre, mas é um ponto importantíssimo!

Muitas vezes eu não sentia desejo e ficava me perguntando "Por quê?". Eu pensava: "Taís querida, você só tem 25 anos, e não 80. O que está havendo?". Com isso, me preocupava cada vez mais e ficava ansiosa (o que atrapalhava ainda mais)!

A pílula é conhecida como "castração feminina", e não é pra menos... Que triste isso! :-/

- Massa magra/músculo:

Sinto que meus resultados no corpo aumentaram muito! Adquiri mais massa muscular após parar de tomar a pílula. Os resultados são visíveis e também comprovados através das avaliações no nutricionista. É comprovado que a pílula anticoncepcional inibe o crescimento muscular. Clique aqui para ver uma matéria (de muitas!) que fala sobre isso.
Aproveitando o gancho, essa parte merece destaque:
“Infelizmente, não existe pílula fraquinha ou forte”, antecipa a nutróloga especialista em fisiologia hormonal Dra. Anna Virgínia Pinto.
Lembram que falei sobre isso lá em cima? Pois é... ¯\_(ツ)_/¯

- Acabaram as minhas fissuras por doce e as compulsões!

Migaaas, vocês sabem o que é NÃO SENTIR DESEJO POR DOCE? Ohh céus, que paraíso! 
Antigamente eu de-to-na-va tudo que tivesse açúcar na composição, em QUALQUER momento do dia. Hoje em dia RARAMENTE sinto vontade. E quando eu sinto, eu como (até porque sou zero radical em relação à alimentação e tenho refeições livres), mas já cheguei a ficar sem doce tranquilamente durante muito tempo, inclusive na TPM.
PS: claro que meus hábitos saudáveis ajudam, mas mesmo assim, depois de retirar a pílula, mudei muito mais! 
É comprovado que quanto menos açúcar você consome, menos vontade sente. Isso é fato, é ciência!
Então, mais um ponto positivo!

- Pele e cabelo saudáveis como nunca:

Sinto a pele do corpo incrivelmente mais firme, com menos celulite (nunca tive grandes problemas com celulite, mas antes apareciam umas e outras). Hoje em dia, só apertando pra ver. :P 
PS: e claro que isso se deve também à minha rotina saudável: 2 litros de água por dia, alimentação equilibrada e livre de açúcar e gorduras, atividade física diária, drenagem... Maaas, antes eu também fazia tudo isso e ainda assim tinha celulite.
No rosto, espinhas raras, pele mais viçosa, saudável e melasma controlado! Amém, Senhor!

Em relação ao cabelo: sinto ele muito mais forte e brilhoso. Nascem mais fios e ele cresce bem mais que antes. Está, de fato mais oleoso, mas eu prefiro oleosidade a fios sem vida. Então, ponto extra! :D


- Disposição/vitalidade:

Juro que nunca na história da minha existência terrestre me senti tão enérgica e disposta! Nossa, meus dias são outros! Durmo profundamente (antes tinha insônia frequentemente) e acordo renovada, inteira! Com isso, vivo de forma muito mais feliz e tenho ânimo de sobra para as atividades físicas (estou fazendo academia em 2 turnos. Antes, jamais teria essa disposição). 
Sensação de bem estar impagável...
 _______________

Agora, vamos falar sobre prevenção...

Como nos prevenimos?

Preservativo, migas! Camisinha! Um dos métodos anticoncepcionais mais conhecidos, que, inclusive, deveríamos usar em qualquer situação, independente de ter ou não outro método associado.
Previnam-se!
Você pode estar pensando: "Ui, camisinha! Não gosto."
Eu te respondo: eu também não gostava. Mas a gente simplesmente acostuma! E, sinceramente: eu prefiro usar camisinha nos dias de relação sexual do que anticoncepcional uma vida inteira. Faz sentido, né?
Repito: apoio nessas horas é fundamental. Conversei muito com o Mau antes, e como falei lá nos primeiros itens, ele nunca se opôs. Sempre me apoiou e nunca cogitou/sugeriu que eu voltasse a usar pílula. 
Homens: a saúde da mulher que vocês amam vale muito mais do que alguns minutos de sexo desprotegido.
Mulheres: não abram mão da decisão de parar por um simples capricho do parceiro, porque nós precisamos nos colocar à frente da situação, afinal, é o NOSSO corpo em risco, e não o deles.
Estão aí as matérias e pesquisas para comprovar: os homens não estão aceitando a ideia de tomar a pílula masculina. Se eles não aguentam os sintomas, por que nós devemos suportar? Sou categórica em relação a isso. Então, nem pensar!

 _______________

Dúvidas frequentes:

"Taís, por que você não usa DIU?"

Minha gineco (por cautela) recomendou que não, mencionando o fato de que ainda não tenho filhos. Mas, mais que isso: não uso DIU porque nos adaptamos muito bem à camisinha masculina. Não vejo necessidade. Além disso, me sinto um pouco insegura em usar só esse método (não me pergunte por que), então provavelmente usaríamos a camisinha como proteção extra. Logo, eu usaria camisinha de qualquer forma...

"E o inchaço?"

Gente, eu sou uma mulher que nunca sofreu demais por retenção de líquido, felizmente! Então, não percebi diferença. 
Edit: Pensando agora, acho que me sinto um pouco mais inchada na região abdominal antes de menstruar. Mas né, absolutamente normal!
Eu só incho (muito) quando ingiro bebida alcoólica, mas não na TPM e período menstrual... E como eu bebo super raramente (tipo 3x por ano!) e faço os tratamentos estéticos, não é algo que me incomoda.

"Como está seu ciclo?"

Agora, normal! Atrasou só no segundo, terceiro e quarto mês após parar de tomar o anticoncepcional.
E em relação à intensidade do fluxo: normal. Meu fluxo sempre foi médio e não mudou depois que parei a pílula.
Dica: eu uso o app Clue e vou controlando tudo por ali. ;)

"Você sofre com cólicas?"

Acho que posso me considerar uma mulher altamente sortuda/abençoada, porque durante toda a minha vida tive cólica 2 vezes. Em ambas as situações, tomei um remedinho e deu.

 _______________

Considerações finais:

- Eu sei que esse post ficou imenso, mas procurei dar detalhes, e sei que quem precisar, lerá tudo. Quando eu estava em busca de informações, encontrei poucos relatos completos no Google. A maioria era raso e me deixava sem informação completa. Portanto, usei meu exemplo do passado para ajudar alguém agora. Espero realmente que eu tenha conseguido!

- Sempre digo que conhecimento é poder. Então, informem-se, selecionem as fontes, colham experiências, troquem ideias...
Esse assunto foi considerado tabu durante durante anos, e só agora, em pleno século XXI isso está mudando. Vamos aproveitar esse movimento, vamos nos unir!

- Você tem alguma dúvida sobre a minha experiência? Deixe aqui nos comentários que eu terei prazer em ajudar! Se surgir alguma outra dúvida com frequência, acrescentarei acima, no tópico "Dúvidas frequentes" para ajudar outras pessoas que chegarem até o blog.

- Para finalizar, um pedido: se você se sentir à vontade, compartilhe este conteúdo para que ele chegue a outras pessoas. Mulheres, vamos nos ajudar!

- Se você chegou até aqui, deixo registrado o meu "muito obrigada!". <3 Feliz por ter você na minha rede!

Me siga nas redes sociais:

Instagram: @maisfitmenosfat (instagram.com/maisfitmenosfat)

 _______________

Ser saudável é ser feliz!



05/12/2016

Foco: como ter e não perdê-lo. 4 passos simples que podem mudar a sua vida!

Quantas vezes você propôs a si mesmo uma mudança de atitude e não conseguiu realizá-la de forma efetiva, deixando de alcançar o resultado positivo que ela traria em sua vida?

O que fazer agora de forma prática para mudar isso? 
A resposta que normalmente escutamos é: "Você precisa ter foco".

Mas o que é, de fato, foco? E o principal: como mantê-lo?

Em primeiro lugar, você precisa entender que: Foco é o poder de concentração no que importa na atitude a ser tomada.
Sem ação não ocorre a mudança.
E para mudar, nossa mente precisa saber com clareza as ações e as datas respectivas.
O passo fundamental para isso então é escrever! 
O ato de colocar os planos no papel traz clareza para a mente e foco na mudança de atitude.

Você está pronto para mudar e atingir suas metas?
Então, separe um caderno e uma caneta e elabore seu plano de DeTERminAÇÃO, baseado nos 4 pilares que detalharemos abaixo.
Fonte da imagem: Little Wonders.


1. Objetivo final da mudança: 

Faça a si mesmo as três perguntas poderosas:

a) O que mudar em suas atitudes diárias? 
b) O que você deseja transformar? 
c) Como realizar essa mudança?

Exemplo prático: a Taís quer emagrecer.
a) Nas suas atitudes diárias, ela não deve mais comer sobremesa após o almoço, deve ir à academia com frequência e precisa procurar um nutricionista.
b) Ela deseja transformar seus hábitos para chegar ao objetivo final.
c) Para realizar essa mudança, ela deve seguir o passo da resposta "a" e colocar em prática tudo que se propôs a fazer (marcar nutricionista, estipular os dias e horários para ir à academia...)

2. Autoconhecimento: 

Escreva seus pontos fortes e suas limitações pessoais principais que você precisa modificar (no caso, seus pontos de melhorias). 
Os pontos fortes serão sua fonte de energia, que moverá você para a direção certa, modificando suas limitações.

Exemplo prático: a Taís quer emagrecer.
Pontos fortes: gosta de se sentir bem consigo mesma, gosta de ir à academia, é determinada e sabe o que precisa fazer para chegar ao objetivo.
Melhorias: age por impulso, então precisa colocar seu desejo de emagrecer à frente do prazer momentâneo, que é pegar sobremesa.

3. Cronograma das ações específicas do Plano de DeTERminAÇÃO: 

Agora, você precisa definir uma data certa e um horário na agenda para realizar as ações que levarão à mudança. 
Quando você marca na agenda, seu cérebro assimila como vai acontecer e fica concentrado nessas ações. 
Seu cérebro precisa ser ativado para o que você determinou.
Para isso, já vamos começar a evitar a palavra "não", adaptando o vocabulário.

Exemplo prático: "EU QUERO EMAGRECER", em vez de "NÃO quero engordar." 
"EXERCITAR ME FAZ QUEIRMAR CALORIAS", em vez de "NÃO gosto de academia."
"VOU COMER COMIDAS SAUDÁVEIS", em vez de "NÃO posso comer doces/sobremesas."

4. Comprometimento: 

Leia seu Plano de DeTERminAÇÃO todos os dias pela manhã, com atenção especial para as ações a realizar naquele dia. 
Faça-se a seguinte pergunta: "Quais pequenas atitudes do dia a dia irão me motivar para partir para a ação?" e escolha uma pessoa próxima para compartilhar seu plano, fazendo com que ela monitore a realização do plano para que não fique de fora nenhum ponto forte. 
Desse modo, você criará uma conexão de comprometimento com esta pessoa em prestar contas do cumprimento do plano, reforçando assim seu foco nas realizações das ações, para os momentos que pensar em procrastinar.
Exemplo prático: a Taís quer ir à academia após o trabalho.
Ela falará à amiga que precisa cumprir isso e pedirá seu auxílio. A amiga dará o incentivo que faltava para a Taís não desistir.
___

Dê a volta por cima, permita-se a mudança e alcance resultados extraordinários!

Com carinho,
Eneida Justen
Coach de qualidade de vida e produtividade.
Contato: (51) 9699.3717
___

Esse foi o primeiro de uma série de textos especiais em parceria com a Coach Eneida aqui no blog. 
Ela me ajuda muito no dia a dia, por isso fiz questão de convidá-la para ter uma coluna fixa neste espaço. Assim, vocês poderão aproveitar todas as dicas comigo. 

Se você gostou, não deixe de curtir e compartilhar, porque isso pode ajudar outras pessoas! ;)
Juntos somos mais fortes! :D