27/11/2013

Sobre meu Home Office e 10 quadras com uma porta embaixo do braço

Basta me conhecer um pouco para saber que eu protagonizo cenas bizarras às vezes. Geralmente elas acontecem quando quero muito alguma coisa - como é o caso do meu Home Office.

O desejo de ter um cantinho melhor para eu trabalhar e estudar começou quando mudamos de apartamento. Saímos de um JK para um apto maior e eu me vi maravilhada ao perceber que finalmente teria a chance de criar um Home Office com a minha cara. Em busca de inspiração (adoro buscar referências) pela internet cheguei no blog A Casa Que a Minha Vó Queria, onde encontrei muuuitas dicas. Dentre elas, uma mesa linda feita com apenas 2 cavaletes e uma porta.
Inspiração - A Casa Que a Minha Vó Queria

Não resisti e decidi realizar o projeto.

Convoquei o boyfriend-marido-namorido-nãoseicomochamoagora para me acompanhar até a Leroy Merlin e comprar a parafernalha no domingo. Saímos da loja com os dois cavaletes e a promessa de que voltaríamos em breve para continuar se emocionando com os artigos lindos que tem por lá. Para quem gosta de decoração, aquele lugar é um mundo encantado!

“Ok, já temos os cavaletes”, pensei. Agora só falta a porta. E é aí que começa um novo capítulo da novela mexicana. Procurei a bendita porta em uma loja aqui de São Leopoldo e levei um banho de água fria ao saber que a mesma deveria ser encomendada e que não conseguiria para tão logo, como eu queria.
Fui à outra loja, na próxima quadra. Nesta, o gerente me atendeu e conseguiu a folha de porta em 2 minutos no estoque. :D
Obs 1: a loja estava fechando e ele abriu especialmente pra mim;
2: todos os vendedores já haviam ido embora e o sistema já havia encerrado;
3: ele deixou eu voltar no dia seguinte (!) para pagar, visto que não aceitava pagamentos com cartão depois do fechamento do dia;
4: bom atendimento e uma dose de vontade não matam ninguém e faz uma louca por decoração mais feliz.

Comprei e decidi levar na hora.
Afinal, o que se faz quando se está sozinha e se deseja muito uma porta, às 19 horas de uma quarta feira? Coloca a porta embaixo do braço e leva embora!

(Pausa dramática para você digerir o que leu acima.)

Sim, eu saí com a porta de 2,10m (!) embaixo do braço e andei  10 (!) quadras + 4 andares de escada até chegar em casa.
No caminho, o namor me ligou para saber se eu havia conseguido encomendar a dita cuja, e como resposta, ouviu uma voz esbaforida do outro lado da linha: “Sim, estou com ela agora”.
“Alemoa, tu não tem jeito!” (ele sabe que não vale tentar me ajuizar).

A reação da minha mãe ao telefone: “Mana!!!¹¹!! Meu Deus!!¹¹!!! Uma porta guria?! Como tu trouxe isso sozinha?”

A reação das pessoas na rua:

Um morador de rua: "Ô loco, a menina está carregando uma porta ali, cara!"

A minha reação:

Como estou nesse momento? Confortavelmente acomodada digitando esse post na mesa nova. *-*
Óbvio que eu já decorei boa parte do que planejava e fiz a lista de itens faltantes que quero comprar para deixar meu cantinho ainda mais lindo. Esse é só o começo! Nos próximos dias vou personalizar a mesa e colocar um adesivo fosco para desenhar com giz na parede. :D



Quem quer arruma um jeito; quem não quer, uma desculpa. :P

comentários pelo facebook:

15 comentários:

  1. HUAUHAHUAHUAUHA MORRI RINDO! SÉRIO!

    Adorei o resultado, ficou muito legal!

    Meninices da vida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahahahaha não tá fácil pra ninguém, Camila. :P

      Excluir
  2. Olá, Prima! Estou sempre acompanhando o seu blog ( ótimo ), afinal de contas um pouco de cultura não faz mal a ninguém, e como não divertir-se com suas maluquices!!! rsrs .bjo querida :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Duuuzinho querido, vc por aqui? Que alegria! Obrigada pelo carinho. Um bjo enorme!

      Excluir
  3. Adorei a mesa e a história Taís! Tu vai fazer os quadrinhos coloridos também? Achei uma graça! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Louise! :) que legal ver seu comentário aqui. Então... A ideia é colocar um adesivo preto fosco na parede para poder desenhar e escrever com giz e pintar a mesa de branco ainda :) a sugestão dos quadrinhos é ótima mesmo. Vou usar na sala. :) beijos!

      Excluir
  4. ADOREI!! Bem cara de Taís mesmo sair com uma porta em baixo do braço rsrssrsrss
    Está na medida certa, adorei ler o post! Parabéns pelo texto, e pela decoração que ficou linda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Gé! :D Fico feliz que tenha gostado do post e da proeza que fiz. hahaha

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. MEU DEUS, isso é coisa de família gente!
    Ri muito com essa história Taís, e no meu ver, essa porta representa o quão determinada e cabeça dura tu é! AUHSUA tudo pra ontem!! Quando a gente bota uma ideia na cabeça não tem santo que tira! Me lembrei de quando comprei a minha arara e levei ela embora de baixo do braço dentro do ônibus pra casa!
    É assim que tem que ser prima! SURE WE CAN DO IT!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahahaha isso é de família meeesmo, menina!
      Que bom que te diverti durante a leitura.
      E falando nisso, onde tu comprou tua arara? Eu quero muito uma, é a próxima meta. hahaha

      Excluir
  7. Determinada desde pequena, tudo o que ela queria, ela ia atrás. Quando se quer algo, sempre vale tentar! Adorei a história, fez minha manhã mais divertida. beijooos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aí Tati! Obrigada pelo carinho. Super beijo.

      Excluir
  8. Olá, acabo de visitar seu blog e segui-lo. Lhe desejo foco, sucesso e força. Que conquiste muitas realizações através do mesmo. E também convido você e seus/suas leitores/leitoras a conhecer o meu blog: toobege.blogspot.com.br . Beijinhos e espero você lá também *0*

    ResponderExcluir
  9. Anônimo02:33

    tô chegando perto dessa saga, por hora, sofro por ñ achar um cavalete!

    ResponderExcluir

Seu comentário me deixa feliz! Obrigada por estar aqui. :)